Electrolux investirá R$ 700 milhões em nova fábrica sustentável em São José dos Pinhais (PR)

São José dos Pinhais foi a cidade escolhida pela multinacional sueca Electrolux para a instalação de uma nova fábrica totalmente sustentável. O anúncio desse investimento da empresa, que será acima de R$ 700 milhões, aconteceu na tarde desta terça-feira (2), no Palácio Iguaçu, sede do Governo do Paraná.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior, a prefeita de São José dos Pinhais (PR), Nina Singer e o presidente da Electrolux América Latina, Leandro Jasiocha, assinaram o protocolo de intenções que inclui o projeto no programa de incentivos fiscais do Estado. A previsão é gerar 500 empregos diretos e 1,4 mil indiretos. Para São José dos Pinhais, a Electrolux representa ampliação dos mercados, uma vez que diversifica a gama do município, que há anos é referência na produção de veículos, sendo um polo automotivo. Além disso, serão gerados milhares de empregos e haverá um impacto positivo na região da fábrica, com melhora na mobilidade e infraestrutura local. A nova unidade da multinacional, líder mundial em eletrodomésticos, vai expandir tanto a capacidade produtiva das linhas atuais de refrigeração, quanto a produção local de modelos importados. Quando entrar em funcionamento, ela será a primeira na América Latina com zero emissões de carbono e que vai operar utilizando 100% de energia renovável. Além disso, o local contará ainda com uma área de preservação permanente, que vai ocupar 20% dos mais de 1,5 milhão de metros quadrados do terreno. “A Electrolux é uma das maiores empresas do Brasil, referência em seu segmento, com responsabilidade social e ambiental, e é uma honra para nós ter uma fábrica em São José dos Pinhais. Fizemos um esforço significativo para que ela se instalasse em nossa cidade pois isso representa umnovo marcp do crescimento industrial, que já tem um setor bastante forte”, afirmou a prefeita Nina Singer. O governador do estado do Paraná, Ratinho Júnior destacou que mais este investimento ajuda a consolidar o Paraná como a quarta maior economia e um dos principais geradores de emprego do País. “A Electrolux é uma das maiores fabricantes do mundo de refrigeradores e produtos da linha branca, que agora anuncia um grande investimento no Paraná. Serão quase 2 mil novo empregos diretos e indiretos, beneficiando também uma cadeia importante de fornecedores, disse.  O projeto será implantado em duas fases, com previsão de conclusão da primeira em outubro de 2024 e a segunda, em outubro do ano seguinte. Além dos quase 2 mil empregos diretos e indiretos previstos para quando entrar em operação, outros profissionais também estarão envolvidos na construção da fábrica, que terá 46 mil metros quadrados de área construída nesta primeira etapa. “Até o quarto trimestre do ano que vem já deveremos estar com a fábrica operando, com a expectativa de produzir mais de 1 milhão de produtos. E na segunda fase, que deverá acontecer um ano mais tarde, deve haver uma adição de novos produtos e linhas de produção”, disse o presidente da Electrolux América Latina, Leandro Jasiocha.

Localização, Mão de Obra Qualificada e Sustentabilidade – A localização estratégica de São José dos Pinhais, que é cortada por três rodovias, sede do Aeroporto Internacional Afonso Pena e próxima ao Porto de Paranaguá, bem como a mão de obra qualificada, foram fatores determinantes para instalação da nova fábrica da Electrolux. A nova unidade seguirá todas as diretrizes de sustentabilidade do Electrolux Group, sendo construída para atender, desde o princípio, a meta de zero carbono – a meta global da multinacional é zerar as emissões de suas fábricas até 2030. A fábrica contará com a gestão inteligente de água e energia, reaproveitamento e tratamento dos efluentes industriais e sanitários e um sistema dedicado de coleta de água da chuva. Toda a energia elétrica será de fontes renováveis, incluindo o uso de placas solares. A unidade de São José dos Pinhais também contará com diversas certificações, dentre elas a de Zero Aterro (ausência da destinação de resíduos para aterro), assim como buscará a certificação Leed (Leadership in Energy and Environmental Design), que significa ser sustentável em todas as suas fases, da construção até a operação.

Presenças – Também estiveram presentes na solenidade o vice-governador Darci Piana; o chefe da Casa Civil João Carlos Ortega; o deputado estadual Thiago Bührer; o secretário estadual da Fazenda, Renê Garcia; o secretário estadual da Indústria, Comércio e Serviços, Ricardo Barros, o superintendente-geral de Relações Institucionais, Renato Adur; o diretor de Mercado e Novos Negócios da Invest Paraná, Gustavo Cejas; o vice-presidente de Finanças, Jurídico e Relações Governamentais da Electrolux, Everton Almeida; o diretor Tributário, Ricardo Guimarães; e a gerente de Comunicação Corporativa, Sheila Pessoa.

COMPARTILHE