ARTIGO: O Uso do AC no Setor Automotivo Agrícola | Por Sérgio Eugênio da Silva

A Climatização é um sistema entre os mais de vinte que compõem um automóvel, tais como: sistema de freio, de arrefecimento, de transmissão, de injeção entre outros. No caso da climatização, ela está diretamente relacionada ao conforto e à segurança. Para seu bom funcionamento é necessário um fluido refrigerante, que terá a função de trocar calor dentro e fora do veículo. Ou seja, quando o fluido percorre os tubos e as mangueiras até chegar dentro do veículo, absorve calor emanado do corpo dos usuários, das peças e de todo o ar interno que está no veículo, soltando este mesmo calor na parte externa, numa peça que recebe o nome de condensador, localizado na maioria das vezes na frente do radiador de água do motor. Há muita diferença entre veículos com e sem o sistema de ar condicionado, mas quem não entende do assunto acredita que são iguais. Podemos dizer, entretanto, que na verdade é outro veículo, com muitas peças diferentes, além do próprio sistema de climatização. A bateria, o alternador e o chicote elétrico são diferentes. O sistema de arrefecimento é outro: o radiador, eletroventilador nos veículos com ar condicionado, tem capacidade bem superior. Em veículos dos anos 80, para se ter uma ideia mudavam-se até as molas e amortecedores. O sistema de ar condicionado, além de proporcionar conforto e segurança, conserva também os revestimentos internos, valorizando sua revenda. No setor automotivo agrícola, além de o sindicato rural exigir a obrigatoriedade do AC, o sistema é responsável pela conservação dos muitos componentes eletrônicos que não podem trabalhar com temperaturas elevadas. Outro fator importante é o bem-estar do operador, que consegue prestar serviços com mais qualidade e eficiência. Este é um mercado que tem crescido bastante. Haja vista que o agronegócio é responsável por grande parte do PIB brasileiro e são as máquinas com ar condicionado que operam 24 horas por dia para esse crescimento.

*Sérgio Eugênio da Sliva é coordenador da Ilha do Ar Condicionado Automotivo na Febrava, a principal feira da cadeia de HVACR, tratamento da água, ferramentas e EPIs, da América Latina, e terceira mais relevante do mundo 

COMPARTILHE