Termomecanica ofertará vergalhões de Alumínio

Companhia coloca em operação, já no segundo semestre de 2021, equipamento que viabilizará a fabricação de vergalhões e o desenvolvimento de ligas especiais. A produção atenderá a demanda do setor elétrico, entre outros, além de servir como matéria-prima para fabricação de tubos e barramentos

Termomecanica está ampliando a sua produção de Alumínio. Já a partir do segundo semestre de 2021, passará a fabricar vergalhões, tendo como foco prioritário a indústria do setor elétrico.  Investimentos da ordem de R$ 68 milhões foram feitos desde 2016, sendo os mais recentes voltados para a aquisição de um equipamento estado da arte que viabilizará também o desenvolvimento de ligas especiais.  No Brasil, assim como no mundo, existe uma forte procura por vergalhões de Alumínio para o uso no setor elétrico – em média 85 e 88% da produção mundial é destinada à fabricação de fios, cabos, barramentos e transformadores elétricos. O projeto foi divido em duas fases. Na primeira, iniciada em 2017, a Termomecanica fabricava apenas tubos e barramentos de Alumínio, produção que, desde então, vem crescendo 40% ano a ano. O objetivo desta segunda fase, que se iniciará no segundo semestre de 2021, é consolidar a empresa líder na transformação de Cobre e suas ligas também entre os principais fornecedores do mercado de Alumínio.  

Por uma questão estratégica, a Termomecanica iniciou a produção de tubos e barramentos comprando matéria-prima de outros fornecedores.Além de seguir investindo e trabalhando no desenvolvimento do negócio de vergalhões, que demanda maior tempo de maturação. Com o investimento, a empresa busca atender novos mercados e atrair mais competividade para suprir outras demandas dos clientes que já são atendidos pela companhia. Além do setor elétrico, a Termomecanica mira as indústrias alimentícias, química, de vestuário (zíperes e botões) e de pré-formados, que embora utilizem vergalhões em menor escala para fins mecânicos, também estão no radar.  Além disso, parte da produção será utilizada como matéria-prima para fabricação de tubos e barramentos da própria companhia, substituindo a necessidade de importação de países como Índia, Polônia, entre outros.  Os vergalhões fabricados pela Termomecanica seguirão elevados padrões de qualidade, estando em conformidade com normas internacionais. Além de avançada tecnologia e equipamentos de última geração, a companhia conta com o know-how do Centro de Pesquisa e Desenvolvimento de Ensaios (CPDE), que acaba de ser acreditado pelo Inmetro na norma internacional ISO/IEC 17025. Com a nova frente de produção, a Termomecanica, – que já é conhecida no mercado de Cobre -, visa agora atender às necessidades especiais dos clientes com a fabricação de ligas de Alumínio complexas, que apresentam maior valor agregado e não costumam ser o principal foco dos fabricantes em nível mundial. A companhia ainda espera com a iniciativa, mais oportunidades tanto no Brasil como no mercado internacional.

COMPARTILHE