LG e Dr. Biossegurança alertam para a percepção do invisível

Empresa e especialista recomendam como fazer bom uso do ar-condicionado para evitar a contaminação por microrganismos presentes no ar.

A pandemia do novo coronavírus fez com que o mundo ficasse mais atento não só aos cuidados na rua, mas também dentro de casa. Segundo informações divulgadas pelo Instituto Qualibest, após o início da pandemia da Covid-19, 94% dos entrevistados mudaram seus hábitos de higiene. Atualmente, os cuidados precisam ir além da utilização de máscaras e limpeza constante das mãos e dos ambientes. Já que quando falamos em qualidade do ar que respiramos, é preciso redobrar a atenção. Pensando nisso, a LG Electronics do Brasil e o especialista em biossegurança, Profº Dr. Jorge Luiz, conhecido como doutor Biossegurança, dão algumas dicas de como evitar a contaminação por microrganismos presentes no ar.

Dr. Biossegurança

O ar que respiramos é composto por gases, além de micropartículas que ficam em suspensão. Muitas vezes, os microrganismos também são disseminados no ar por meio dessas partículas, o que pode ocasionar doenças, como é o caso da gripe provocada por vírus, das alergias pelos fungos e infecções pelas bactérias. As infecções, por exemplo, provocam pneumonias que matam cerca de 1,6 milhões de pessoas anualmente no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), e de acordo com informações do SUS (Sistema Único de Saúde), as complicações respiratórias afetam mais de 1 milhão de pessoas aqui no Brasil, sendo elas as principais causas de internação. Esses perigos espalhados no ar, demandam mais atenção do que nunca. À vista disso, o doutor Biossegurança, que também é mestre em patologia e doutor em biotecnologia, alerta sobre a percepção do invisível: “estamos vivendo em tempos em que os microrganismos estão cada vez mais patogênicos, ou seja, capazes de provocar doenças, e, por isso, é importante desenvolver a percepção para esse mundo invisível”.

Recomendação –A recomendação para nos prevenirmos contra os perigos que não conseguimos ver e diminuir a quantidade dos microrganismos no ar é manter uma boa higiene do local (superfícies e mobílias), regular a umidade, prover a circulação do ar e utilizar aparelhos de ar-condicionado que tenham filtros com tecnologia capaz de eliminar esses microrganismos, como os aparelhos da LG.

Segundo o executivo de vendas de linha branca e ar-condicionado da LG do Brasil, Marcel Souza, “em busca de desmistificar a presença do ar-condicionado nos lares brasileiros, a LG Electronics desenvolveu a linha Dual Inverter Voice, que propõe soluções completas que, além de satisfazer o consumidor em qualidade, traz benefícios para a

saúde”.

Os recursos Plasmater Ionizer Plus, Auto Cleaning e Micro Dust Filter, presentes nos produtos da linha Dual Inverter Voice LG, protegem os usuários das bactérias. A função Auto Cleaning impede a formação de bactérias e mofo no interior do ar-condicionado, enquanto o filtro Micro Dust Filter é capaz de filtrar partículas de poeira, o que garante melhor qualidade do ar no ambiente.

Já no modelo ArtCool, o Plasmaster Ionizer Plus distribui mais de três milhões de íons para esterilizar e desodorizar o ambiente. Assim, elimina até 99,9% das bactérias existentes no ar que respiramos. O doutor Biossegurança explica que “por meio de reações químicas, provocadas pelos íons, é possível destruir bactérias que estão presentes no local, mantendo um ar mais puro e combatendo os microrganismos, também, nas superfícies alcançadas”.

Em parceria com o doutor Biossegurança, a LG elaborou um passo a passo para a limpeza correta do filtro do ar-condicionado. 

Confira abaixo o passo a passo:

  • Ao remover o filtro, é indicado que utilize máscara e luvas para maior proteção;

  • Remova-o cuidadosamente, evitando balançar, para que as partículas não se disseminem no ar ou sejam inaladas;

  • Use água corrente e detergente neutro para uma limpeza adequada. Para esse processo, utilize uma esponja ou escova macia, já que escovas duras podem comprometer a estrutura do filtro;

  • Espere o filtro secar, em ambiente ventilado, antes de inseri-lo novamente no equipamento;

  • Lembre-se de passar um pano umedecido com água e um pouco de detergente neutro (não é necessário fazer tanta espuma), no gabinete do ar-condicionado, e em seguida use um pano seco para a secagem.

Desta forma, implantar medidas de biossegurança em sua casa, é fundamental nesse “novo normal”, no qual os microrganismos estão cada dia mais resistentes aos antimicrobianos. Conhecimento transforma o medo, em atenção.

COMPARTILHE