Renovação do Ar é fundamental para combater doenças respiratórias

Tipo de atividade que é desenvolvida no ambiente pode exigir que o cuidado seja ainda mais intensificado

A necessidade de um adequado fluxo de renovação do ar em ambientes fechados é fundamental para qualquer edificação. Alguns tipos de estabelecimentos, no entanto, exigem um cuidado ainda maior.

O debate sempre foi importante do ponto de vista de saúde pública. No entanto com a propagação da Covid-19 nunca foi tão importante o cuidado com adequadas instalações de climatização. Um dos grandes problemas foi o massivo uso do equipamento do tipo split que não promove sozinho a renovação do ar. Quando há uma instalação desse tipo, é importante que sejam adicionados equipamentos auxiliares que fazem a retirada do ar do ambiente e renovação do mesmo.

Entre os diversos tipos de estabelecimentos, alguns pela sua natureza exigem atenção redobrada. É o caso de academias ou centros esportivos. “São ambientes que exigem uma renovação maior de ar porque ali são praticadas atividades intensas e as pessoas transpiram mais. É preciso diluir esses contaminantes emitidos pelo corpo”, explica o diretor da Qualidade do Ar, da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado, Aquecimento e Ventilação (Asbrav), Mário Henrique Canale.

Ambientes administrativos e comerciais como escritórios também exigem um cuidado. No ambiente escolar, o erro mais comum do passado eram salas de aula fechadas e cheias de alunos tornando o ar interior insalubre com níveis de CO2 elevados. “Os espaços de ensino exigirão um cuidado muito forte com esse aspecto. Além da prevenção da propagação da Covid-19, há uma prevenção de todas as outras doenças transmissíveis pelo ar. Essa recomendação é para todos os níveis, desde o berçário até faculdades. Há estudos que mostram um ganho de até 16% no rendimento escolar, quando o ar interno é tratado com adequada renovação de ar”, reforça Canale.

COMPARTILHE