Schmersal apresenta novos sensores fotoelétricos

Comercializados no Brasil,  sensores fotoelétricos substitui até quatro modelos convencionais, afirma a empresa.

Schmersal, que possuiu soluções em automação, lança sensores fotoelétricos I/O Link. O equipamento é indicado para instalações convencionais ou em redes I/O Link. Auto detectável para configurações PNP ou NPN, o produto conta com funções inteligentes, como retardo na ativação ou desativação, contador, monitoramento de frequência etc.

A fabricante afirma que os sensores fotoelétricos podem ser aplicados em praticamente todos os tipos de máquinas nos segmentos de sucroalcooleiro, alimentos e bebidas, automotivo, movimentação de materiais, mineração, papel e celulose, farmacêutico, gráfico e impressão, têxtil, madeira e derivados.

De tal forma que os novos sensores armazenam informações como horas de funcionamento e ciclos de comutação. A Schmersal conta que um modelo pode substituir até quatro convencionais, o que reduz os estoques.

Sensores I/O Link, da Schmersal.

Desta forma, o coordenador de produtos da Schmersal, Marcos Haselmann, afirma: “Na maioria das automações industriais é necessária uma análise do processo, para que o controlador identifique a saída do sistema e tome as providências necessárias. Também é de extrema importância a questão de posicionamento e de contagem e análise do material. Para isso, existem os sensores industriais. Por não ter elementos mecânicos que se desgastem – tais como atuadores e contatos – a vida útil dos sensores fotoelétricos é praticamente ilimitada”, finaliza.

COMPARTILHE